Inscrições

 

 

PERÍCIA JUDICIAL DO TRABALHO - SÃO PAULO

  INSALUBRIDADE - PERICULOSIDADE

  INDENIZAÇÃO ACIDENTE DOENÇA - APOSENTADORIA

                    

 O curso tem por objetivo capacitar Peritos e Assistentes Técnicos para atuar nas ações trabalhistas e previdenciárias na Justiça do Trabalho e na Justiça Federal nas ações previdenciárias.

24 horas aula

    16 a 18 de Novembro de 2017

 

     

 

 
Nome:
E-mail:
Telefone:
CPF: Apenas números
Profissão:
Empresa:
Cidade:
Estado:
   

 



                       PAGAMENTO COM DESCONTO: Email para contato@periciasdotrabalho.com.br
                      
                       PAGAMENTO PARCELADO em até 10x 
 
_________________________________________________________________________________________
 
EMENTA
As Ações Trabalhistas com pedidos de Adicional de Insalubridade e Periculosidade ou pedido de Indenização por Acidente ou Doença do Trabalho obrigatoriamente importam em Perícias Judiciais para inspeção no local de trabalho do empregado reclamante.
 
O curso tem por objetivo Capacitar os participantes a atuar nas AÇÕES TRABALHISTAS na função de PERITO JUDICIAL - Engeheiros de Segurança do Trabalho e Médicos do Trabalho e os profissionais de nível médio como ASSISTENTE TÉCNICO EM PERÍCIA JUDICIAL DO TRABALHO e da mesma forma na JUSTIÇA FEDERAL nas ações envolvendo o INSS.
 
A justiça do Trabalho tem uma carência de mais de sete mil profissionais Perito Judicial em todo o território nacional para atuar nas ações com pedidos de adicionais de insalubridade e periculosidade.
A mesma carência tem a justiça federal nas açoes contra o INSS nas questão de aposentadoria especial.

O participante do curso estará também capacitado para atuar na função de Assistente Técnico naquelas ações trabalhistas e nas ações da Justiça Federal.

É de fundamental importância para as partes, o acompanhamento das diligências periciais desde a indicação do assistente técnico, passando pela elaboração correta dos quesitos e o acompanhamento das diligências periciais.
 
Nota-se que as empresas, através dos seus departamentos de RH e  corpos jurídicos não realizam de forma eficaz o acompanhamento das diligências periciais. Não raras vezes os procuradores, sem conhecimento das matériasde saúde e segurança do trabalho, elaboram os quesitos sem o auxilio de um profissional com os conhecimentos técnicos que a matéria exige e, disto resulta um passivo trabalhista na condenação da empresa ao pagamento dos adicionais requeridos.
 
Agindo assim, os profissionais de Recursos Humanos, os Encarregados dos Departamentos de Pessoal das empresas,os contadores e administradores tornam-se  meros expectadores das pericias judiciais sem nenhumconhecimento técnico para acompanhar os trabalhos do perito judicial.

A condenação trabalhista abre um precedente aos outros trabalhadores, particularmente àqueles com igual função do reclamante, para que num futuro próximo, sintam-se seguros em pleitear o mesmo adicional. Dessa forma, aquele inofensivo adicional pago por condenação, que se acreditava ser caso único, e que pela sua insignificante monta, não merecia maior atenção, transforma-se numa avalanche de processos, inclusive utilizando-se daquele primeiro processo vitorioso como prova emprestada.

É interessante ressaltar que todas as ações envolvendo segurança e saúde do trabalhador sempre culminam em perícia judicial, onde um Expert nomeado pelo Juiz, em síntese, acaba por apreciar a questão técnica. Administrar racionalmente a condução da vistoria é otimizar o resultado do processo. 


OBJETIVO:

Capacitar o participante a atuar como PERITO DO TRABALHO &  ASSISTENTE TÉCNICO EM PERÍCIA JUDICIAL DO TRABALHO e NAS AÇÕES DA JUSTIÇA FEDERAL nas Perícias Judiciais do Trabalho com pedidos de Adiconais de Insalubridade e Periculosidade e nas Ações na Justiça Federal contra o INSS nos pedidos de Apoentadoria Especial.
 
 

PÚBLICO ALVO

ENGENHEIROS DE SEGURANÇA DO TRABALHO - MÉDICOS DO TRABALHO - TÉCNICOS EM SEGURANÇA DO TRABALHO - TECNÓLOGOS DE SEGURANÇA DO TRABALHO - ENFERMEIROS DO TRABALHO - TÉCNICOS EM ENFERMAGEM DO TRABALHO -  ADVOGADOS TRABALHISTAS -  GERENTES DE RH E DP

 

MÓDULO IASPECTOS LEGAIS - PROCESSO DO TRABALHO

 O Processo do Trabalho - as partes do processo

 Os Procedimentos do processo do Trabalho.

 O Momento da designação da Perícia.

 A nomeação do perito e dos assistentes técnicos

 O Perito Judicial do Trabalho

 O Assistente Técnico em Perícia Judicial do Trabalho

 O Quesito - a importância.

 O advogado - os quesitos - o assistente ténico

 Perícias de Insalubridade: Médico ou Engenheiro? 
 Perito versus Assistente Técnico; 
 Prerrogativas e obrigações do Perito Judicial; 
 A ética do Perito Judicial; 
 A sucumbência e os honorários periciais; 
 Impedimento e suspeição do Perito; 
 A prova emprestada; 
 Condução do inquérito preliminar; 
 Os quesitos; 
 Relacionamento com o perito antes, durante e depois da vistoria. 
 
 


MÓDULO II - HIGIENE OCUPACIONAL
 
                        Princípios de Higiene Ocupacional aplicável nas Perícias

MÓDULO III -  PRÁTICA:

  Elaboração de Quesitos Técnicos.
  Elaboração de Parecer Técnico Pericial
  Elaboração de Impugnação de Laudo Pericial
  Elaboração de Laudo Pericial
  Estudos de casos práticos
 
CARGA HORÁRIA TOTAL DO CURSO
 
         24 horas. 

MATERIAL FORNECIDO
       Apostila Roteiro de Aulas -  Material de apoio - Certificado. 
 
INSTRUTOR

ODEMIRO J BERBES FARIAS - ZECA BERBES
Advogado Trabalhista - Consultor técnico em assuntos de Segurança e Higiene do Trabalho. Professor de Curso de Formação de Técnicos em Segurança do Trabalho - Palestrante - Instrutor de Curso para formação de Perito Judicial do Trabalho. 
 
OBSERVAÇÃO
Reservamo-nos o direito de cancelar o curso ou alterar a data da realização caso não haja número suficiente de inscritos. Havendo o cancelamento, será devolvido o valor pago.
DATA - HORÁRIO

DATA:  De 16 a 18 Novembro 2017 

           

HORÁRIO: - Quinta-feira  a Sábado das 08:00 as 18:00

LOCAL DE REALIZAÇÃO

 REALIZAÇÃO: CONSULTEC

 LOCAL:

                 CONFORT HOTEL DOWTOWN -  

                 Rua Araújo, 141 
                 São Paulo - SP - CEP: 01220-020
                 Bairro: República
                 Fone: (11) 2137-4600

                 

IMAGENS - VÍDEOS DO CURSO - ATIVIDADES DO ASSISTENTE TÉCNICO PERICIAL - TST - ENG SEG TRAB

 

 

INVESTIMENTO - INSCRIÇÕES

INVESTIMENTO: R$ 900,00 -  - PARCELADO NO CARTÃO - CLIQUE NO UOL  

            PAGAMENTO A VISTA - COM DESCONTO - NO BOLETO - Envie Email para contato@periciasdotrabalho.com.br                                

          PAGAMENTO A VISTA ou PARCELADO

          Até               20.09.17 - NO BOLETO - R$    450,00    - Cartão    600,00

          De 21.09 a 30.09.17  - NO BOLETO   R$     550,00     - Cartão   600,00  

          De 01.10 a 15.10.17 - NO BOLETO    R$     700,00    - Cartão    800,00

          De 16.10 a 31.10.17 - NO BOLETO    R$     800,00     - Cartão   900,00

          De 01.11 a 15.11.17 - NO BOLETO -  R$     900,00     - Cartão    900,00

        INSCREVA-SE NO FORMULÁRIO ABAIXO - ENVIAR

      
 
Nome:
E-mail:
Telefone:
CPF: Apenas números
Profissão:
Empresa:
Cidade:
Estado:
   

 



 

                   

                    

 

                         

 

PERGUNTAS & RESPOSTAS  

COMO FAÇO PARA EXERCER A ATIVIDADE DE PERITO: Depois de frequentar o curso você estará capacitado, conhecedor dos fundamentos técnicos e jurídicos para exercer a atividade de perito judicial. No entanto, você deverá procurar a Justiça do Trabalho na sua cidade, a vara do trabalho ou o Fórum do Tribunal da Justiça do Trabalho nas capitais e se informar das exigências para a sua inscrição como Perito Judicial do Trabalho. Dependendo do Estado ou da vara do trabalho nas cidades, as exigências de documentos podem ser diferentes.

QUEM PODE SER PERITO: Somente os ENGENHEIROS DE SEGURANÇA DO TRABALHO e os MÉDICOS DO TRABALHO podem atuar como PERITOS JUDICIAIS nas ações de INSLUBRIDADE e ou PERICULOSIDADE - Os FISIOTERAPEUTAS - FONOAUDIÓLOGOS podem atuar nas ações de INDENIZAÇÃO por Acidentes ou Doenças do Trabalho nas atividades de estabelecimento do NEXO DE CAUSALIDADE.

O QUE FAZ UM PERITO: Realiza a PRODUÇÃO DA PROVA TÉCNICA PERICIAL - DILIGÊNCIAS PERICIAIS no local de Trabalho do empregado - no caso de insalubridade, periculosidade ou acidente do trabalho e no CORPO DO TRABALHADOR nos casos de Doenças do Trabalho

QUANTO GANHA UM PERITO? O Perito pode receber seus honorários do Tribunal da Justiça do Trabalho, quando o empregado não tem o seu direito reconhecido e recebe da empresa quando é reconhecido - julgado procedente - o pedido de adicional de insalubridade ou periculosidade. Os valores pagos pelo Tribunal varia de acordo com o Estado- Região - da sua localização e esse valor pode variar de R$ 700 a 1.500,00 por pericia realizada, dependendo do estado. No caso dos honoríos sucumbenciais, quando a empresa perde a ação, esse valor pode variar de R$ 700 a 5.000,00 dependendo da complexidade do caso.

COMO FAÇO PARA SER ASSISTENTE TÉCNICO: Depois da capacitado você deverá entrar em contato com os profissionais de contabilidade da sua cidade ou região. Os contadores tem o contato com as pequenas e médias empresas que, ocasionalmente, podem estar com a necessidade de um profissional para auxiliar o advogado em uma açãoa trabalhista com pedido de adicional de insalubridade ou periculosidade. Os Escritórios de Advocacia também são bons contatos com as empresas que tem essa necessidade em uma ação trabalhista. E por último o RH das empresas.

QUEM PODE SER ASSISTENTE TÉCNICO:Qualquer profissional em Segurança e Saúde no Trabalho pode atuar como Assistente Técnico Pericial. O Assistente Técnico é nomeado pelas partes para auxiliar o advogado. A empresa nomeia o seu assistente e o empregado nomeia o seu.

QUAIS AS ATIVIDADES DO ASSISTENTE TÉCNICO: Auxilia os advogados  da empresa ou do empregado - Elaborar os quesitos técnicos - Participar das Diligências periciais com o Perito - Elaborar o parecer técnico Pericial (Laudo dos Assistentes) - Impugnar Laudo pericial.

QUANTO GANHA UM ASSISTENTE TÉCNICO: O Assistente Técnico recebe os seus honorários da parte que o contratou - empresa ou empregado - e esse valor pode variar de acordo com a complexidade do caso e o poderio econômico da empresa, variando de um salário mínimo - +- R$ 900,00 até 5.000,00 ou mais. No caso da Assistência para o reclamante - empregado - esse valor é cobrado em um contrato de risco onde o assistente receberá os seus honorários se a ação for julgada procedente e o empregado receber o valor equivalente ao adicional pretendido. Esse valor poderá ser um valor fixado no início ou um percentual do que o empregado recebe.

VOU RECEBER CERTIFICADO COMO PERITO OU COMO ASSISTENTE: Todos os participantes recebem um certificado informando da participação no curso de PERICIA JUDICIAL DO TRABALHO independente da sua profissão.

O CURSO TEM ALGUMA PARTICIPAÇÃO DA JUSTIÇA DO TRABALHO - JUSTIÇA FEDERAL - INSS:: NÃO. Trata-se de um curso livre sem nenhum vínculo com nenhuma instituição pública, seja do poder judiciário ou do executivo Federal ou qualquer autarquia. A nomeação do PROFISSIONAL na Justiça do Trabalho ou Federal Previdenciária será de total responsabilidade dos participantes nos contatos com essas instituições oferecendo a sua capacitação para atuar como PERITO JUDICIAL.

 

 

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar